Charlinton parte para cima e crava que Anísio não será expulso do PT

Pré-candidato ao Senado pela sigla petista descartou a possibilidade de expulsão do deputado estadual

0
2630

Após representação contra o deputado estadual Anísio Maia ser emitida pelo Diretório Nacional do PT, o petista será julgado pelo Conselho de Ética da sigla por “flagrantes violações a disciplina, a fidelidade e a ética partidária” na próxima sexta-feira (3). O motivo: o deputado ter mantido sua candidatura a prefeito de João Pessoa no ano passado. Porém, nesta quinta-feira (2), o pré-candidato ao Senado pelo PT, Charlinton Machado descartou a possibilidade de expulsão do parlamentar.

“Ninguém será expulso do PT. Isso está totalmente fora de cogitação. Nem de Anísio, nem de Giucélia, nem de Anselmo e nem de Feitosa. No máximo uma advertência”, afirmou Charlinton, a Edilane Ferreira, do blog.

O caso

O assunto vem à pauta um dia antes do ato de filiações do PT, marcado para o próximo sábado (4) e deve agregar movimento de juventude ligado ao ex-governador Ricardo Coutinho. A expectativa é de que ele, Estela Bezerra, Márcia Lucena e Cida Ramos também se filiem neste ato.

No documento assinado pela secretária nacional de organização do PT, Sonia Braga, é apontado que Anísio causou prejuízos à sigla no âmbito municipal ao “buscar insistentemente embaraçar a candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho e a tática eleitoral legitimamente aprovada pelo Diretório Nacional do PT”, além de destacar que “ao insistir em ser candidato de si mesmo, Anísio sequestra o tempo reservado ao PT no horário eleitoral para dividir o campo progressista em João Pessoa, tornando-se instrumento da direita”.

De acordo com fontes internas do partido, caso Anísio seja expulso, outros filiados devem acompanhá-lo em um novo partido.

Anísio é um filiado histórico do PT na Paraíba. Perseguido durante o regime militar, foi candidato a deputado estadual pela primeira vez em 1982.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui